Bombas para
Eletrólise de Cloretos Alcalinos

CA eletrólise de cloretos alcalinos é atualmente um dos mais importantes processos da indústria química e gera os produtos químicos básicos cloro (Cl2), soda cáustica (NaOH) e hidrogênio (H2). Três processos já foram desenvolvidos em escala industrial – o processo de amálgama, o processo de diafragma e o processo de membrana – para os quais a Rheinhütte Pumpen Division oferece suas bombas especiais. O processo por membrana já se firmou tecnicamente no mercado.

Rheinhütte Pumpen é representada por seus produtos em todas as fases do processo de eletrólise dos cloretos alcalinos. Nestas fases, tanto a construção da bomba especificamente para o material a ser bombeado e também a matéria prima correta são de importância significativa para a vida útil da bomba.

Bombas para Eletrólise de Cloretos Alcalinos

Bombas para Eletrólise de Cloretos Alcalinos:


GVSO – BOMBA CENTRÍFUGA QUÍMICA METÁLICA

GVSO – BOMBA CENTRÍFUGA QUÍMICA METÁLICA

Material
Metal
Design
Bombas para aplicações de acordo com API 610 (ISO 13709)
Tamanho
DN 40 - DN 450
Vazão
Qmax. = 2.800 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 120 m
Profundidade
até 17 m
Temperatura
-40 °C to +600 °C
Pressão Nominal
10 bar
RMKN – Bomba Magnética Metálica DIN EN 22858 (ISO 2858)

RMKN – Bomba Magnética Metálica DIN EN 22858 (ISO 2858)

Material
Metal
Design
Bomba Química Padronizada (ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 25 - DN 150
Vazão
Qmax. = 400 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 150 m
Temperatura
-40 °C até +250 °C
Pressão nominal
16 bar
FNPM – Bomba Magnética Plástica

FNPM – Bomba Magnética Plástica

Material
Forrada em plástico
Design
Bomba Química Padronizada (ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 25 - DN 100
Vazão
Qmax. = 350 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 100 m
Temperatura
-40 °C até +190 °C
Pressão nominal
16 bar
FGP – Bomba de Vácuo de Anel Liquído Cerâmica

FGP – Bomba de Vácuo de Anel Liquído Cerâmica

Material
Cerâmica
Design
Bomba à Vácuo de Anel Líquido
Tamanho
DN 32 - DN 100
Vazão
Qmax. = 700 m3/h
Temperatura
até +120 °C
Operação de aspiração
psmin = 25 mbara (com ejetor de gás)
Operação do compressor
pdmax = 2,5 barg
RNP – Bomba Química Padronizada revestida ETFE

RNP – Bomba Química Padronizada revestida ETFE

Material
Forrado de plástico
Design
Bomba Química Padronizada (ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 125 - DN 300
Vazão
Qmax. = 1.600 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 100 m
Temperatura
até +150 °C
Pressão nominal
16 bar
CPDR – Bomba Química Padrão Plástica

CPDR – Bomba Química Padrão Plástica

Material
Plástico
Design
Bomba química padrão(ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 32 - DN 80
Vazão
Qmax. = 200 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 100 m
Temperatura
-50 °C até +190 °C
Pressão nominal
16 bar
RN – Bomba Química Padrão Metálica

RN – Bomba Química Padrão Metálica

Material
Metal
Design
Bomba Química Padronizada (ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 25 - DN 400
Vazão
Qmax. = 3.500 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 150 m
Temperatura
-40 °C até +300 °C
Pressão nominal
16 bar
RCNKu – Bomba Química Padronizada Plástica

RCNKu – Bomba Química Padronizada Plástica

Material
Plástico
Design
Bomba Química Padronizada (ISO 2858, ISO 5199)
Tamanho
DN 80 - DN 400
Vazão
Qmax. = 2.500 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 100 m
Temperatura
-50 °C até +190 °C
Pressão nominal
16 bar
RCE – Bomba Centrífuga Química Metálica

RCE – Bomba Centrífuga Química Metálica

Material
Metal
Design
Bombas para aplicações de acordo com API 610 (ISO 13709
Tamanho
DN 32 - DN 300
Vazão
Qmax. = 2.500 m3/h
Altura manométrica
Hmax. = 180 m
Temperatura
-40 °C até +450 °C
Pressão nominal
16 bar